Os Últimos Cangaceiros entra em cartaz nos cinemas nacionais

OsÚltimosCangaceiros_fotoLeonardoLara_005 - Cópia

Dirigido por Wolney Oliveira, o premiado documentário “Os Últimos Cangaceiros” tem estreia marcada para o dia 28 de maio nos cinemas nacionais. O público cearense receberá uma sessão especial no mesmo dia, às 19h30, seguida de debate com o diretor no Cinema do Dragão-Fundação Joaquim Nabuco, onde o longa-metragem ficará em cartaz pelas próximas semanas.

O filme conta a história de vida dos cangaceiros Durvinha e Moreno, que fizeram parte do bando de Lampião e Maria Bonita. A trama relata o banditismo do Cangaço que ocorreu no Nordeste brasileiro, mais intensamente no início do século XX. Virgulino Ferreira da Silva, o famoso Lampião, que foi o líder na história do cangaço brasileiro, é destaque ao ter sua jornada pelas terras nordestinas e a relação com a igreja e política reveladas.

O foco principal gira em torno do casal de cangaceiros Durvinha e Moreno, que na verdade se chamavam Antonio Ignácio da Silva e Durvalina Gomes de Sá. O documentário relata as histórias de suas vidas com muita emoção, a partir do momento em que eles se juntaram ao grupo de cangaceiros mais controverso da história, até o final de suas vidas.

Durante três meses, o casal percorreu 1.352 quilômetros, de Tacaratu, no interior de Pernambuco, até Augusto de Lima, em Minas Gerais, fugindo das autoridades que os caçavam. Ali constituíram família, mas não revelaram, sequer aos filhos, quem realmente eles eram, mantendo este segredo por mais de meio século.

%d bloggers like this: